quinta-feira, 31 de julho de 2008

Uma Brasileira (não tão) perdida no exterior

Problemas sendo resolvidos um a um. A bolsa, por incrível que pareça, foi encontrada. Nela, minha carteira de motorista, minhas maquiagens e meus cartões já bloqueados. A câmera, o celular, o dinheiro vivo e o passaporte se foram... Aliás, fiquei sabendo que passaporte por aqui é vendido a preço de ouro. U$ 20.000 – vinte mil fucking dólares! Com visto então... Isso significa que meu passaporte era o item mais valioso naquela bolsa e a essas alturas já deve ter sido vendido no mercado negro.

A má notícia é que em função dessas e outras vou ter que ficar aqui mais tempo do que o planejado. O passaporte demora a sair (tem que esperar meus documentos originais chegarem do Brasil) e eu tive alguns problemas com a escola. Ficarei por aqui duas semanas a mais que o previsto. Mas enfim... isso há de ser uma coisa boa, afinal.

Sobre as minhas aventuras, posso dizer que estive em lugares bem interessantes por aqui. Departamento de polícia, com todos aqueles policiais gordinhos, preguiçosos, comendo donnuts e tomando café, bem como a gente vê nos filmes. Na delegacia, placas com fotos dos heróis perdidos no fatídico 11 de setembro... realmente emocionante. No Consulado Brasileiro, um monte de brasileiros queridos e dispostos a ajudar. E no escritório da minha advogada em Nova York, Dra. Berenice Busson (realmente, ter bons contatos é tudo. Valeu, dinda!).

Enfim, como eu disse, essa minha bendita sorte fazendo com que as pessoas certas cruzem o meu caminho, o universo confabulando para que tudo sempre dê certo no final das contas.

Fica aqui o meu muito obrigada a todos que estão me apoiando em mais essa batalha.

Valeu mesmo, pessoal!

Comentário fútil do dia: O que é pra ser nosso ninguém tira. Já dizia uma feliz proprietária de uma bolsa Victor Hugo recém recuperada. Minha querida bolsa voltou para as minhas mãos.

6 comentários:

nano-portilla disse...

é como diz o ditado... vão-se os passaportes, ficam as Victor Hugo's.

r disse...

Nosaaaaaaaaaaaaa Lê q sorte!!!!!

mas e a maquina??? nosssas fotos???
olha beeeem essa bolsa... pode estar escondido a memoria da maquina nela...

aiii vou continuar rezando p encontrar algo mais...
bjuuu
Rosalia

regina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
isabel disse...

Rubi!

Muita sorte achar a bolsa né?! Pena que vai ter ficar mais um tempo ai, sera mesmo uma "pena"???!! heehhe

bju flor e avisa quando tu volta!

Elisa disse...

Aiii, mas que bom que acharam a bolsa e a carteira de motorista hein.

Nota mental, quando for praí, levarei 2 passaportes e venderei um =)

Shampoo disse...

Po ques chato.. li agora =///

Mas ri na parte dos policiais gordos com donnuts, sorryes, mto imaginei um Chefe Weagon dos Simpsons.....rs