quarta-feira, 16 de julho de 2008

Engagement party

A cidade é realmente uma loucura. É tanta coisa para fazer, tantos lugares para ir que sobra pouco tempo de atualizar aqui. Mas vamos lá, pela ordem.

Segunda-feira estive em uma tradicional festa de noivado judaica-israelense, no Brooklyn.

Eram todos judeus ortodoxos. Fui avisada de que deveria "cobrir o corpo". Quando cheguei lá, logo uma moça me puxou para um canto. Mulheres e homens ficam são separados por grandes biombos. Segundo eles, a mulher em sua religião é considerada sagrada e por isso não deve ser tocada por nenhum homem (daí fico pensando... e como é que eles fazem os bebês?!). Só se falava hebraico nessa festa. Eram todos israelenses. E eu lá perdidona... nos primeiros 10 minutos. Logo depois já encheram meu copo de vinho e éramos todas amigas.

É realmente um ritual muito bonito. Alegre, com cantorias, palmas, (muita) bebida, (muita) comida... Pelas expressões gestuais e faciais das pessoas, pude compreender bastante do que estava sendo dito.

Segundo Manny e seus amigos, quando eu retornar ao Brasil estarem falando, também, hebraico. Nada mal pra quem já fala português, inglês e recentemente descobriu que fala espanhol...hehehe


Momento do dia:

Manny: Essa cidade é maluca demais, especialmente Manhattan. Você acha que conseguiria viver aqui?

Letícia: (abre um sorriso, respira fundo...) I do!

2 comentários:

derik disse...

A cidade de N.Y com certeza ficaria mais alegre e doce com tua presenta. Mas aqui perderíamos algúem tão especial.Rubi, linda ao olhar, doce ao descrever, te admiro muito.
Bjao.

Nayane-san disse...

é incrível!
um copo de vinho ou uma noite de frio e tu faz amizade rapidinho


asçdasçldkasçdkas~d


ahhh geminiana...

saudade gata.

bjo, japonesa.