quarta-feira, 23 de julho de 2008

Enfim... na Estátua da Liberdade

Hoje estive no mais famoso monumento de Nova York. Lindo, claro. Emocionante. Ver de perto o que a gente só conhece por foto. Respirar fundo e pensar... “Eu tô aqui!”. Demais. Não tem preço.

Mas olha... sinceridade? Mais vale a emoção de estar lá do que a beleza da coisa em si. Estar no topo do Pão de Açúcar ou no Corcovado é muito mais bonito e emocionante – na minha singela opinião. Nova York é uma cidade cinematográfica, mas as belezas naturais do Brasil são imensamente mais encantadoras. Deu saudade do Rio...

A parte de ir até lá por água é muito bacana. Ver a cidade de dentro do mar... que visão. Os prédios gigantes, vários, um do ladinho do outro... De longe, parecem caber na palma da mão. Lindo.

Depois da Estátua da Liberdade, fomos para Ellis Island, também de barco (pelo tamanho, eu diria que era um iate). Lá visitamos o Museu dos Imigrantes, que mostra toda a trajetória das pessoas de diferentes nacionalidades que chegaram aqui no século passado. É história pura.

Curiosidade: quando você entra neste Museu, recebe um rádio com fones de ouvido, onde você pode ouvir a história além de ver as peças em exposição. É como se um guia estivesse te acompanhando. Muito bacana.

No meio do passeio, eu me enjoei daquela voz feminina no meu ouvido e resolvi tirar os fones. Queria espaço para pensar em paz e fazer minhas próprias reflexões. Para não ficar carregando, coloquei o aparelho na bolsa.

Na estação do metrô, quando fui pegar meu cartãozinho na bolsa o que encontro? O aparelho que esqueci de devolver. Eu acidentalmente “roubei” o aparelho. Quis me enterrar de vergonha. Pensei em devolver, mas isso envolveria pagar o ingresso de novo, pegar dois barcos e voltar a Ellis Island...

Enfim... mais um souvenir de Nova York.
(quem quiser ouvir toda a história da imigração nos Estados Unidos, é só falar comigo quando eu voltar)

Recadinhos

Mãe: eu juro que foi sem querer!

Adri: Fico muito feliz que tu esteja acompanhando! Várias vezes me peguei por aqui pensando que tu e o Caito iam amar isso aqui. Muitas coisas são a tua cara. Uma gigante loja de óculos de sol me faz lembrar de ti, por exemplo... (e passear na 5th Avenue... você ia delirar!). E não te preocupa, tem Victória Secret pra ti também (eu falei que fiz a limpa naquela loja...). Manda beijo pra tia Ângela. Diz que ela ia morrer de orgulho se me visse aqui.

Vica: Continua na mesma. Desnaturada!

Keny: O gatinho da foto é espanhol e se chama Sergio. Ficou lisonjeado com o teu comentário e quer te conhecer.

Anna: SAUDADE!

Marcelo Argôlo: Adorei saber que você está acompanhando o blog! Boa sorte na campanha. Estou torcendo por ti.

Mãe (de novo): fiz o que tu sugeriu e comprei papel toalha. Isso mudou a minha vida por aqui! Brigadateamomuitobeijo

Um comentário:

nano-portilla disse...

...e viva o Souvenir!
hahahahahaha